QUEM SOMOS

Cidades Afetivas é um observatório dos movimentos afetivos que promovem práticas sustentáveis e regenerativas das formas de viver e conviver nos centros urbanos. Somos um coletivo que aposta na transição de pessoas, comunidades, organizações e cidades que querem transformar suas realidades.

Acreditamos que #viverascidades é a melhor forma de compreender quem somos, onde estamos e qual mundo queremos construir coletivamente. Compartilhamos ideias, conectamos pessoas e tecemos redes em busca de vias regeneradoras das nossas relações comunitárias e com o ambiente no qual vivemos.

Em nossas vivências pela cidade transformamos experiências e formas de convivência em conhecimentos com os quais buscamos nutrir pessoas e organizações para se tornarem agentes criativos e cocriadores de transformação local. 

Nosso propósito é inspirar pessoas, coletivos e organizações a redesenharem de forma colaborativa suas comunidades tornando-as mais acolhedoras, inclusivas, generosas, resilientes e regenerativas. 

Cidades Afetivas investe na religação do homo urbanus consigo mesmo, com sua comunidade e com a própria Natureza. É uma via antropoética na direção do Bem Viver, do Convivialismo e da Vida em Comum. 

Nossos Princípios 

As mudanças aspiradas pelo Cidades Afetivas são orientadas por três princípios fundamentais que promovem a reconexão consigo mesmo, com os outros e com o meio ambiente e inspiram o desenvolvimento de comunidades prósperas e abundantes. 

1 – Autoconhecimento e autodesenvolvimento: para realizarmos as mudanças que queremos em nossas comunidades, organizações e cidades é preciso desenvolver a si mesmo. Toda mudança requer práticas que cultivem o desenvolvimento interior e a reconexão de cada um de nós com os sistemas vivos bioculturais. 

2 – Ativação da comunidade e fortalecimento da coletividade: envolver pessoas, grupos e redes no exercício da colaboração, da cocriação e do compartilhamento de fazeres e saberes com o propósito de transformar e revigorar nossas comunidades, organizações e cidades.

3 – Cuidado e regeneração sistêmica do nosso contexto socioecológico: somos todos interdependentes – indivíduos, sociedades, meio ambiente – por isso é necessário compreendermos que cuidar de si, das comunidades, organizações e cidades é fundamental para a regeneração dos sistemas socioecológicos tanto em escala local quanto global.  

Idealizadores

Pós-Doutoranda do Programa Cidades Globais no Instituto de Estudos Avançados da Universidade de São Paulo – IEA/USP. Doutora em Ciências Sociais / Antropologia pela PUC/SP. Professora-titular na Faculdade Armando Álvares Penteado – FAAP. Pesquisadora no Núcleo de Estudos da Complexidade – Complexus no Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais da PUC/SP. Autora do livro “Cidades em Tempos Sombrios: Barbárie ou Civilização“. Sócia-diretora na empresa Conversa Sustentável. Dedica-se aos estudos das diversidades culturais e pensamento complexo; das relações entre advocacy, ativismos e ação dos coletivos nas cidades; das tendências em consumo responsável e sustentabilidade.

Ativadora de Insights que transformam mentalidades, Artista, Incentivadora da Solidariedade e Convivialista. É coidealizadora do Cidades Afetivas. 

Doutor em Ciências Sociais / Antropologia pela PUC/SP. Pesquisador no Núcleo de Estudos da Complexidade – Complexus no Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais da PUC/SP. Designer de Projetos na empresa Conversa Sustentável. Dedica-se aos estudos do pensamento sistêmico e complexo; das culturas regenerativas; dos sistemas socioecológicos; das economias da dádiva; dos temas relacionados à transustentabilidade e às iniciativas do comum.

Convivialista, Praticante Regenerativo, Ativador do Bem Viver, Caminhante e Meditador. É coidealizador do Cidades Afetivas.

O que fazemos 

  • CURSOS

Conheça nossa Trilha: Liderança Afetiva, Ativadores de Cidades Afetivas e Embaixadores da Natureza.

  • ATIVAÇÕES  

Intervenções Urbanas – Realizamos intervenções urbanas nas cidades com arte e afeto nos diversos espaços públicos para transformá-los em locais conviviais na busca pelo bem viver. 

Mídias e Redes – Produzimos conteúdos multiplataformas, entrevistas, minidocumentáriosa partir das pesquisas que realizamos para aproximar pessoas dos movimentos afetivos nas cidades. 

Papo Reto com Afeto – Entrevistas com ativadores urbanos e fazedores de cidades afetivas.

Coletiv.us – nasceu da vontade de cocriarmos caminhos para as mulheres ocuparem cada vez mais espaços na política. Entrelaçamos conhecimentos e dialogamos para reimaginarmos juntas o futuro que queremos deixar para as próximas manas.

( trazer as informações que já existem para essa aba dentro de ativações com este texto introdutório)

  • ADVOCACY 

Atuamos com a comunicação e articulações em redes para incidência em políticas públicas na direção de cidades mais afetivas e conviviais.

Somos Membros da RAC – Rede Advocacy Colaborativo – acesse https://pelacidadania.org.br/quem-somos/

Inspiradores de Cidades Afetivas

  • Pessoas – Edgard de Assis Carvalho, Edgar Morin, Lara Freitas, Letícia Leda Sabino, Pedro Jacobi, Claudia Visoni, Adriano Sampaio, Victor Kinjo, Izabel Accioly, Kate Raworth, Cecília Herzog, Ivan Carlos Maglio, Andrea Gozetto, Renato Morgado
  • Movimentos – Fórum Verde Permanente, Senta Aqui Conversa Comigo, Parque Augusta, Rios e Ruas, Coletivo Vilas Beija, Ecobairro Vila Leopoldina, Mídia Guarani Mbya, Aldeia Indígena Tekoa Itakupe Guarani Jaraguá, Hortas das Corujas, Salve Saracura, Parque Bixiga, Manifesto Convivialista, Complexus Núcleo de Estudos da Complexidade, RAC, Pela Cidadania, Centro Síntese USP Cidades Globais